PERSPECTIVAS DA ÉTICA CRISTÃ EM UMA.html

PERSPECTIVAS DA ÉTICA CRISTÃ EM UMA

CULTURA PÓS-DIGITAL

Autor: Antonio Valdemar Kukul Filho.1

Resumo: A ética enquanto objeto de estudo, reflexão e debate remonta séculos, contudo, as conjunturas atuais atreladas ao desenvolvimento tecnológico nas diversas áreas do conhecimento, faz emergir quanto à ética, a necessidade urgente de novos estudos, reflexões e debates que estão vinculados e este novo e inédito cenário global. Preservar a ética, feri-la ou ignorá-la, através do simples clique de um mouse ou ainda de uma leve pressão em uma tela “touch screen” (tela sensível ao toque), são decisões que permeiam o campo da ética cada vez mais comuns, o que não significa menos complexas. O avanço tecnológico tem aberto as portas de um mundo digital, já identificado como pós-digital que mistura o real com o virtual de um modo jamais visto, sequer imaginado, a não ser pelas mentes que os criaram. Mesmo para estes, projetar a reação do comportamento humano frente a possibilidade de disparar metralhadoras virtuais durante horas foi prevista? Quais efeitos na mente e suas reações? Ser ético está ficando cada vez mais difícil? Quebrar regras ficou mais fácil? Violar protocolos e desrespeitar a lei é uma questão bem mais complexa que um simples movimento viabilizado pelas diversas mídias. Todas as facilitações, possibilidades, empoderamentos e isenções que o mundo digital oferece, pode dar a impressão de que tudo é possível com baixíssimos e/ou nulas possibilidades de consequências negativas. O ser humano imerso nestas novas conjunturas tecnológicas, digitais e virtuais apresentará que tipos de comportamento ético? A Ética afetará o comportamento? Haverá meios de ser ético? Até que ponto haverá controle humano sobre as máquinas? A inteligência cibernética e artificial manterá ou adotará padrões morais? Qual ética será respeitada? O desenvolvimento deste texto, visa tratar de modo introdutório estas questões e outras, tanto quanto desafiadoras. Além de relacionar e construir um levantamento da problemática em torno da cultura digital frente à ética cristã, é preciso apontar caminhos e discutir o papel da igreja neste cenário pós-digital.

ABSTRACT: Ethics, while an object of study, reflection and debate goes back centuries. Even so, the current junctures linked to technological development on the many areas of knowledge brings up in ethics the pressing necessity of new studies, reflections and debates that are bound to this new and never seen before global scheme. To preserve ethics, to hurt or ignore it through a simple mouse click or a slight pressure over a touch screen are increasingly common decisions that permeate the field of ethics, which doesn’t mean any less complex. The technological advance has been opening the doors of a virtual world, already identified as post-digital, that mixes the real with virtual in a way never seen, nor even imagined before, except by the minds that created it. And even for those minds, have them projected or previewed the reaction of human behavior in front of the possibility of shooting virtual machine-guns during hours? What are the effects over mind and its reactions? Is being ethical becoming increasingly more difficult? Has breaking rules become, on its turn, easier? To violate protocols and disrespect the law is a much more complex question that a simple movement made possible by the many Medias. All the facilitations, possibilities, empowering and exemptions that the digital world offers may give the feeling that everything is possible with little to none possibilities of negative consequences. The human being immerse inside this new technological, digital and virtual junctures shall present which types of ethical behavior? Will ethics affect behavior? Will there be means of being ethical? To what extent will there be human control over machines? Will artificial and cybernetic intelligence maintain or adopt moral patterns? Which Ethics will be respected? The development of this essay aims to deal in an introductory manner these questions and others, as challenging as these. Besides listing and constructing a weighing of the problematics around digital culture in face of Christian ethics, it is needed to point out paths and discuss the role of the church in this post-digital scenery.

1 Mestrando em Teologia pela FABAPAR. Instituição de Origem: Faculdades Batista do Paraná. E-mail: pr.kukul@gmail.com

Apontamentos

  • Não há apontamentos.