O líder evangélico no contexto pastoral: um estudo sobre a função do pastor evangélico como agente de transformação social

Givaldo Viana da Silva

Resumo


O desenvolvimento desse trabalho partiu da premissa em observar a importância do trabalho do pastor evangélico no processo de transformação social a frente das igrejas evangélicas, por estar comprometido com a responsabilidade social, respeito, moral, ética, gestão de pessoas, imagem institucional e a qualidade naquilo que se faz. De acordo com Ogden Greg (2009), a liderança cristã, no entanto, preocupa-se tanto com os meios quanto com os fins, em outras palavras, a maneira pela qual se lidera é tão importante quanto os resultados obtidos. Segundo Ogden Greg (2009), os lideres cristãos devem adotar perante seus liderados a postura da Liderança servidora é uma expressão muito usada que significa. “Trabalho em equipe”, tomando por base uma comunidade de amor eterno entre o Pai, o Filho e o Espírito Santo, a essa realidade deve ser posta em prática na comunidade chamada igreja. Tendo em vista alguns dos questionamentos sobre o assunto dentro da linha de pesquisa Organização e Cuidado Pastoral, surgiu a seguinte problemática: Até que ponto o trabalho do pastor evangélico pode contribuir no processo de transformação social em uma comunidade cristã? Assim sendo o objetivo deste trabalho é estudar o desempenho da liderança no contexto pastoral e a sua relação com o comportamento organizacional, visando identificar melhoras em sua relação com a comunidade cristã. Segundo Campanha (2008, p. 17), Moisés, o personagem bíblico, assumiu a liderança da nação israelita com mais de dois milhões e meio de pessoas. Liderou os israelitas pelo deserto, para conquistar algumas terras e estabelecer esse povo. Ele tinha uma “visão de serviço” e conseguiu concretizá-la.

 

PALAVRAS-CHAVE: Liderança; realidade social; pastoreio.


Texto completo:

HTML PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.